sexta-feira, 28 de junho de 2013

MOMENTOS MAIS IMPORTANTES NA VIDA DO CORAL



Com um Coral cheio de vida e criatividade, não têm faltado momentos importantes. No entanto, vou apenas relatar alguns que mais "dignificaram" o mesmo.
Em 8.05.2004 -  fomos cantar à Sé de Leiria, (animação litúrgica) num acontecimento importante nesta cidade...
O casamento de DAVID FONSECA, cantor e músico Leiriense, filho dos nossos coralistas Dina Malheiros e  Joaquim Casal da Fonseca.
Uma honra para nós, como não podia deixar de ser..


A 11.10.2008- Fomos cantar à Culturgeste da C.G.D.- Lisboa, no aniversário da Associação dos AAEBNU, com um salão repleto de gente, o que muito nos dignificou.


O ano de 2012 -   foi também muito rico em espectáculos, porque...
-  Cebrámos as nossas Bodas de Prata!

Como o tempo passa!
Um coral de Instituição e de província, com 25 anos de existência, é obra!

Transcrevo as palavras de um elemento do coro (a Mariazinha Rocha), que traduz todo o nosso trajecto:
"Todo o percurso do coral só tem sido possível com o enorme empenho e arte do maestro e compositor Joaquim Vicente Narciso, incansável no seu trabalho de campo e de pauta, pesquisando, organizando e compondo as mais belas músicas com que veste a poesia de Afonso Lopes Vieira e muitos outros poetas, ou arranja e adapta para o coral a maioria das peças que interpretamos." 

-A 15.01.2012 - fomos à Papelaria/livraria Arquivo, para animar o lançamento do livro "A quinta curva do caminho" de Isabel dos Santos, filha do Sr. Adriano Lopes dos Santos e  Srª. D. Lurdes, nossos companheiros de coral.




- A 19 de Fevereiro -  Foi a Festa do nosso Aniversário- Animámos a Celebração Litúrgica na Sé, onde recordámos todos os nossos colegas que já tinham "partido", a começar pelo Sr. Adriano Lopes dos Santos, em tempos gerente do B.N.U., fundador deste Coral e seu tesoureiro há vários anos, bem como grande impulsionador e entusiasta do mesmo e que "nos tinha acabado de deixar"...



-Sr. Adriano Lopes dos Santos








 Depois...


Foi o convívio excelente num restaurante dos arredores da cidade, onde estiveram presentes os nossos convidados, antigos coralistas, que por razões diversas deixaram o coral, um representante dos S. Sociais da CGD- Lisboa, (na pessoa do Dr. Fernando Costa e esposa) e o casal Presidente da AAEBNU-Lisboa (Sr. Ribeiro Gonçalves e Srª D. Olga), entidades que apoiam a continuidade deste Coral.
Houve festa, alegria, animação e por fim ofereceram-se alguns presentes. 

E passo de novo a transcrever, o que disse a nossa coralista, a Mariazinha...

"... depois fomos agradavelmente surpreendidos pela apresentação em DVD dos principais momentos cronológicos do coral entre 1987 e 2012, com fotos, música e filmes numa colectânea que vimos, ouvimos e também guardámos (para mais tarde continuar a recordar) elaborada pela Elisa Pinto."  


video







Com a "partida" do nosso tesoureiro, Adriano Lopes dos Santos e depois de novas eleições, o colega Joaquim Casal da Fonseca, faz agora parte da nova Direcção deste Coral.


- A 18 de Março - Visita Cultural à Capital da cultura- Guimarães, onde levámos o nosso canto, a quem nos quis ouvir, no Museu Alberto Sampaio,  nos claustros do Paço dos Duques de Bragança e ainda na Igreja da Ordem Terceira.

- A 28 de Abril, no Museu de Imagem e Movimento,M/I/MO realizou-se um belíssimo concerto, com os nossos convidados: Aires del Castro - Hinojedo - Cantábria e Públia Hortência de Castro- Elvas. E mais uma vez, vou transcrever o que a "nossa" querida  Mariazinha escreveu sobre este assunto:
- "Será um encontro de coros que além de possuírem em comum o canto e a música, completam igualmente 25 anos de existência. E porque um coral vem de Espanha e outro de Évora,  teremos  uma tripla festa de aniversário com Música sem fronteiras, onde o canto alentejano, o nosso e de “nuestros hermanos”  comprovará que, de facto, se trata da  linguagem mais bela,  mais fraterna e mais universal."


 E no dia 5 de Maio de 2012, foi o colmatar dos esforços da Direcção do Coral, já que as duas pessoas da direcção, aproveitaram o facto deste aniversário, para apresentarem  as "suas criações":

- No M/I/MO, uma tarde cultural bem recheada:
- Coral nos seus 25 Anos
- Lançamento do livro "Memórias de Moçambique", por Elisa Oliveira Pinto
- Exposição de pintura (técnica mista) com o título: "Um olhar diferente",  por Dina Malheiros.










E para finalizar (em grande):

-A 19 de Maio 2012 - partida do Coral para Istambul! 
Num passeio cultural à Turquia onde cantámos e nos encantámos com os belos monumentos mas sobretudo com as paisagens naturais na Capadócia, que nos deliciaram...






-E a  6 de Outubro - casamento de Ana Marília e Sérgio, na Igreja dos Marrazes.
Para nós foi um momento importante, pois a Ana, é como "família do nosso coral"-   já que nos tem acompanhado desde sempre, nos passeios que fazemos,  nas excursões, nos convívios, etc.,etc.
O carinho com que ela nos trata é recíproco.
Parabéns e felicidades ao novo casal, são os votos do grupo coral!



- 16.11.2013- No salão do Arquivo Distrital de Leiria, o Coral esteve presente num "apontamento" musical, cantando tão somente LEIRIA, para um público muito "especial", no lançamento de alguns livros como: "William Charters ", um Oficial Inglês em Leiria no Sec. XIX, por Ricardo Charters d'Azevedo e a "Cidade e o Conselho" da autoria de seu primo Afonso Zúquete, netos de pessoas importantes desta cidade, no início do Século passado.


Também na semana seguinte, dia 23 de Novembro, agora na Biblioteca Afonso Lopes Vieira, o mesmo "apontamento musical" sobre Leiria, no lançamento de mais um livro,  este com um título muito sugestivo: "Contos de réis reais d'amores, " da autoria do nosso  1º sócio honorário Dr. Arménio Vasconcelos.




E pela primeira vez na Igreja da Cruz da Areia:

- Dia 30 de Março de 2014  para comemorar o nosso 27º aniversário,  fizémos a animação da Liturgia na Missa Paroquial da Igreja Rainha Santa Isabel na Cruz da Areia e no final, tivemos ainda uma breve  intervenção, para quem nos quis ouvir.
Depois, como não podia deixar de ser, acompanhados com os respectivos cônjuges e amigos do Coral,  fomos almoçar a um restaurante na cidade onde, depois do almoço, não faltaram também umas "cantigas" para animar os presentes.

E como o colega João Loureiro gosta muito de fotografar, deixou-nos as fotos abaixo, para recordar aqueles  bons momentos.

Obrigada João, pelo carinho que tens ao Coral! 

No dia 16 de Janeiro de 2015...t
ivemos uma bonita surpresa:
Apareceu no nosso ensaio, um Leiriense nosso amigo e que é amante da filatelia; o Sr. José Luís Guarda (irmão duma coralista), que gosta muito do coral bem como das pessoas que o compõem. Imaginem do que ele se lembrou:

- Oferecer aos coralistas, um envelope selado, com a foto do grupo Coral no lado direito e
uma foto do castelo no lado esquerdo, conforme poderão verificar pelo anexo abaixo.

 - Certamente seremos o único Coral em Portugal, a ter um selo de correio - disse o nosso maestro!
Reconheço que foi uma ideia muito original. Os elementos que compõem o coro, ficaram muito sensibilizados.

 Em meu nome pessoal, do maestro e  da direcção, a nossa gratidão!























17 de Maio de 2015 - Um grande acontecimento!
No Teatro José Lúcio da Silva,  reposição da OPERETA "ALDA", com música  de José Oliveira Zúquete e letra de João Pereira Gomes, ambos leirienses ilustres.



Um momento há muito tempo sonhado, pelo maestro do nosso coro, Joaquim Vicente Narciso, que andou décadas, na recolha do espólio musical  desta e de outras peças.
A cena representa um velho solar típico rural, em frente da casa da Srª Morgada (interpretada por Dina Malheiros, do Coral Cantábilis), que possuía uma filha, nova e rica,  de nome Alda, representada pela soprano Jacinta Almeida, de Leiria, Apaixona-se por Almor, rapaz bonito e bem educado, mas filho de um feitor da casa, representado pelo tenor, Marco Moura, de Vila Real.
Rosa, uma endiabrada rapariga que também ama Almor, representada por Inês Madeira, (Mezzo-soprano, de Lisboa). Simplício, que ama muito Rosa, representado por Luís Tavares, tenor de Elvas.
(foto  cedida por João Loureiro)



Numa tentativa de que Leiria não esquecesse esta Opereta, (já lá vão 3 gerações de olvido), foi hoje levada à cena, graças à força conjugada pelo Cantábilis (na pessoa do seu maestro Narciso), ao pianista, Amadeu de Oliveita e ao Pianista e compositor Sérgio Varalonga, com nova formulação, mas a mesma, da "Alda" de 120 anos atrás.
A obra, não foi feita com Orquestra e demais quesitos, por ser insuportavelmente dispendioso em tempos de carestia geral.
A parte lírica e os coros, foram no seu original.
O coral Cantábilis, interpretou  com muita animação e "garra"a abertura , " O coro dos camponeses" (com trajes a rigor referentes à época) e fechou em apoteose com a canção: "Que bom é levar a vida a cantar!" ( com todos os elementos em palco).
  (foto de Miguel Bidarra)


- 06.06.2015 - Mais um lindo acontecimento na vida do Coral!

- O chamado"três em um":
- O Coral com algumas interpretações.
- Lançamento do livro "O Retorno", por Elisa Pereira Oliveira Pinto
- Exposição de novas pinturas, técnica mista,  por Dina Malheiros 

E ainda...
... a bela surpresa de duas danças interpretadas, por Sofia Moreira
(neta da autora do livro)









Estamos todos de parabéns:

O Coral, o maestro e a direcção do mesmo!



- 08.12.2015 - Na Igreja dos Franciscanos- Leiria

Participação na Eucaristia de um grande momento e muito especial de dois elementos do nosso Coral:
- As BODAS DE OURO MATRIMONIAIS, da Elisa e João Pinto.

Como foi belo o momento final em que o Coral e a solista Dina Malheiros, cantaram ao casal Pinto, a canção castelhana: "ERES TU"!
(Uma balada de amor de Juan Calderon, com arranjo do nosso maestro).

"Como una promessa eras tú, eres tú,; 
Como una manãna de verano;
Como una sonriesa eres tú, eres tú
Asi, asi eres tú.

Refrão:
Eras tú, como el agua de mi fuente,
Eres tú. como el fuego de mi ho gar"!


Lindo, lindo, podem crer!

Parabéns ao Coral que nos fez "arrepiar" com esta bela canção.






      Outro momento importante na vida do nosso Coral:




Que lindos momentos vivemos no dia 14.01.2017!

Um programa bem recheado, cheio de cor, selecionado pelo nosso maestro e onde foram contados momentos de conv´vivio ao longo dos anos.

Para este grande acontecimento, tivémos a apresentação do livro:
- "Grupo Coral Cantábilis da CGD-Leiria - Memórias fotográficas".

O mesmo faz parte da colecção Etnografia e Tradição, edição com a coordenação do dr. Adélio Amaro.  
Para a abertura do Concerto, cantámos um Réquiem da autoria do maestro Joaquim Vicente Narciso, dedicado aos colegas já falecidos. De seguida foram cantados dois poemas feitos por colegas nossos na altura do início do mesmo coral e que tinham ficado na gaveta do maestro até esta ocasião. Uma das quadras retrata como no início se processava os ensaios: o almoço era tomado no bar do Banco em breves minutos, sendo aproveitado o resto do tempo para o  ensaio. Enquanto os coralistas ensaiavam, outra colega que não tinha voz para o canto assumia a responsabilidade da arrumação do bar.

- Já deu o meio dia... 

"Já deu o meio-dia
Toca, toca a despachar...
Comamos qualquer coisa
Para ir cantar!"-   (da autoria de Isabel Carvalhão)

- O que de melhor lhe aconteceu!

- Da autoria do colega António Luís de Carvalho, que dedicou ao sr. Adriano Lopes dos Santos.
" De serviço no Banco
Foram quarenta anos;
Foi muito de vida
Que ele ao Banco deu.
Teve momentos bons
E alguns desenganos,
Mas foi o Coral
O que de melhor
Lhe aconteceu".

De referir que no ecrã iam passando os PowerPoint, feitos para esta ocasião, com as fotos dos colegas respetivos (primeiro dos falecidos), depois dos autores dos poemas e dos que haviam passado pelo nosso coral.
Todo o nosso reportório  seguinte, foi dedicado à nossa cidade de LEIRIA.
Terminámos com o "Cantares dos Búzios" poema de Afonso Lopes Vieira, com o pianaista  Sérgio Varalonga a acompanhar-nos e ainda  acompanhados à viola com os colegas Joaquim Pereira de Sousa, António Nazário e José Torres. 
- A 2ª parte do concerto, foi interpretada ao piano por Sérgio Varalonga, com peças de
Vivaldi; Bach, Mozart e G.Gershwin, que nos deliciaram...

Muito belo!

Parabéns ao Cantábilis, ao maestro e direcção!


 Em cima: Fotos de Alfredo Ribeiro

 Em baixo:  a capa do nosso livro


Sem comentários:

Enviar um comentário